Hidroclorotiazida para que Serve? Emagrece ou Não!

Hidroclorotiazida Emagrece?

Hidroclorotiazida emagrece se associado a uma dieta alimentar, visto que existem pessoas que tem dificuldade de emagrecer por causa de problemas de retenção de líquidos. Esse remédio elimina sal e água do corpo ajudando o organismo ter melhor funcionamento. Mas a hidroclorotiazida não é para emagrecer.

Hidroclorotiazida para que Serve?

Hidroclorotiazida serve para aumentar a quantidade de urina, eliminando sal e água do corpo. É utilizado no tratamento da pressão alta e no tratamento de inchaços provocados pelos problemas cardíacos.

 

O que é Hidroclorotiazida?

Hidroclorotiazida é um diurético usado principalmente na hipertensão arterial. É administrado oral, não é metabolizada, mas é eliminada em 48 horas 60% da dose pelo rim.

 

Como devo utilizar a Hidroclorotiazida?

O medicamento deve ser engolido sem mastigar, com um copo cheio de água.
Evite tomar o medicamento com refrigerantes, bebidas cítricas industrializadas.
Não corte o comprimido, pois além de não estar tomando a dose correta, a validade do medicamento pode ser comprometida ao ser partido.
A hidroclorotiazida não pode ser tomada com alimentos.
A hidroclorotiazida deve ser tomada de preferência de manhã e de jejum.
O paciente só deverá se alimentar 3 horas depois de ter tomado o medicamento, ou se já tiver tomado o café da manhã, deverá esperar 2 horas para tomar o medicamento

Quais as reações que posso ter com a Hidroclorotiazida?

Cardiovasculares: queda de pressão, principalmente ao se levantar.
Endócrinas e musculares: diminuição do potássio sanguíneo, aumento do ácido úrico sanguíneo, aumento da glicose (açúcar) sanguínea, aumento do colesterol e câimbras
Gastrintestinal: perda de apetite, náusea, vômito, diarréia e dor na barriga.
Dermatológicas: a luz do sol pode formar manchas avermelhadas na pele

Hidroclorotiazida – Contra Indicação

Não usar durante a gravidez, porque pode causar problemas no bebê.
Não usar durante a amamentação, pois esse medicamento é eliminado no leite materno e pode trazer riscos ao bebê.
Pacientes com alergias ao medicamento.
Pacientes com problemas grave dos rins(insuficiência renal) e dificuldade em urinar.
Pacientes com gota.
Pacientes com problemas graves no fígado.

Divulga istoTweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someoneShare on LinkedIn
Like it.? Share it:

Os comentários estão fechados.